Centro de controle de doenças dos EUA concluiu que o acetato de vitamina E é um dos principais culpados pelas mortes e doenças ligadas ao cigarro eletrônico.

Cigarro eletrônico da Philip Morris Kim Kyung-Hoon/Reuters Testes do centro de controle de doenças dos EUA (CDC, na sigla em inglês) divulgados na sexta-feira (8) identificam que a substância responsável pelos danos aos pulmões dos fumantes de cigarros eletrônicos é o acetato de vitamina E. Fique alerta : cigarro eletrônico pode causar doença pulmonar grave e fatal A misteriosa doença ligada a cigarros eletrônicos que já matou seis pessoas nos EUA O número de casos de crises respiratórias já é de mais de 2.000, e 40 morreram por causa da doença, de acordo com o “New York Times”. O acetato de vitamina E foi encontrado em pulmões de pacientes.

Essa é a evidência mais direta de uma conexão entre alguma substância e as lesões nos pulmões. “Pela primeira vez, nós detectamos uma toxina preocupante, o acetato de vitamina E, de amostrar biológicas de pacientes”, disse a doutora Anne Schuchat, a principal diretora do CDC, de acordo com o “New York Times”. A substância foi detectada em 29 amostras de pulmão que vieram de pacientes de diversos estados dos EUA.

É necessário fazer mais testes para fazer a conexão entre a exposição e os danos aos pulmões, e há outras substâncias em investigação. A tese é que o acetato de vitamina E é adicionado a produtos que contenham THC, o componente de princípio ativo da maconha. Isso é feito para diluir a substância –o acetato de vitamina E é mais barato do que maconha e, assim, torna o produto mais lucrativo. O acetato de vitamina E é grudento, e fica nas paredes do pulmão, de acordo com o CDC.

Ainda não se sabe como ele prejudica o órgão. Outros usos Ele geralmente é usado como um suplemento vitamínico ou então um ingrediente para hidratantes –o fato de que é seguro para ser ingerido ou espalhado na pele não significa que ele pode ser inalado. Em comunicado, o CDC recomenda que as pessoas não usem cigarros eletrônicos que contenham THC, a substância ativa da maconha, especialmente se vier de fontes informais, como amigos, pessoas físicas ou pela internet.