Suspeito estava escondido em Canela e obrigou uma família a levá-lo a Taquara.

Armas, coletes e munições foram apreendidas com o homem.

Polícia Civil prende o 10º e último suspeito de sequestros na Serra Polícia Civil / Divulgação A Polícia Civil prendeu, na madrugada deste sábado (9), em Taquara, na Região Metropolitana, o décimo criminoso envolvido nos sequestros ocorridos no fim de semana passado em Gramado e Canela, na Serra gaúcha.

O criminoso era, segundo a polícia, o único que ainda permanecia solto.

De acordo com o delegado Heliomar Franco, ele fugiu da localidade do Caracol, no interior de Canela, onde estava escondido.

À noite, rendeu uma família e a obrigou a levá-lo até Taquara.

Policiais de Canela e Taquara realizaram buscas em uma residência, onde encontraram o suspeito.

Com ele, foi apreendida uma pistola 9mm, munição e dois coletes balísticos.

Ele foi preso em flagrante e encaminhado ao Presídio Estadual de Canela. Arma, munição e dois coletes foram apreendidos Polícia Civil / Divulgação Sete pessoas foram presas em flagrante após roubarem uma propriedade no Bairro Planalto, em Gramado, na sexta-feira (1º), e fazer pessoas reféns dentro de um veículo, no domingo (3).

Outro suspeito morreu no hospital, e o 9º foi preso na terça-feira, também em Taquara. O grupo já era investigado pela polícia desde o mês passado, quando efetuaram outro roubo, em Gramado.

Veja abaixo a cronologia dos acontecimentos. Cronologia Sexta-feira (1º): roubo a uma propriedade em Gramado.

Três bandidos conseguiram fugir a pé para o mato.

Polícia deu início a um cerco para capturar os criminosos. Sábado (2): prisão, pela manhã, de um homem e três mulheres que, segundo a polícia, tentavam resgatar os comparsas que estavam no mato.

Mais tarde, um dos suspeitos que estava no matagal foi preso.

Houve confronto entre bandidos e policiais. Domingo (3): a polícia prendeu outro suspeito de tentar fazer resgate, além de mais um suspeito que estava no mato.

Baleado em confronto, ele foi encaminhado ao hospital em estado grave.

No mesmo dia, três pessoas foram feitas reféns dentro de um carro em Gramado.

O suspeito de praticar o crime, que conseguiu fugir a pé para um matagal em Canela, seria o terceiro participante do assalto ao sítio na sexta.

O cerco policial em Gramado foi desmobilizado, e outro foi montado em Canela. Segunda (4): cerco policial em Canela segue mobilizado na busca pelo último suspeito. Terça (5): foi encontrado em Taquara, na Região Metropolitana de Porto Alegre, outro suspeito.

Ele era foragido da Justiça e, segundo a Polícia Civil, guardava o armamento para a quadrilha. Quarta (6): encerramento do cerco policial. Sábado (9): prisão do último envolvido.