Ao apagar das luzes de mais um ano que se encerra, muitos se dedicam a formular as famosas listas com resoluções de Ano Novo.

O objetivo é nobre, mas os planos podem fugir ao propósito de Deus.

Meu objetivo com este artigo, como com tudo o que faço na vida, é instruir você para um caminho de crescimento espiritual, físico e mental.

Por isso trago uma resolução espiritual de Ano Novo que servirá para transformar a sua vida.

Por que uma resolução espiritual? Porque devemos fazer tudo nesta vida pensando na eternidade.

Nossa vida na terra é temporal, efêmera, curtíssima.

Em comparação com a eternidade, vivemos apenas um parêntese.

Matthew Henry disse: “É necessário que o assunto de cada dia seja preparar-se para o último dia”.

Precisamos planejar tudo com os nossos olhos voltados para o Reino Celeste.

Comece, portanto, mudando o modo como você vê a vida.

Planejar uma resolução voltada para coisas materiais é tolice.

Sua perspectiva deve estar em coisas eternas, na vontade perfeita de Deus.

Uma das melhores formas de começar uma resolução é se perguntar: “O que eu quero para a minha vida?”.

C.

S.

Lewis disse: “Existem dois tipos de pessoas: as que dizem a Deus ‘Seja feita a sua vontade’ e aqueles a quem Deus diz ‘Então tudo bem, faça do seu jeito’”.

Portanto, nossa resolução deve começar tendo como foco a vontade de Deus, fazer aquilo que o Senhor deseja que façamos.

E o que Ele espera de nós? Que tenhamos uma vida consagrada e dedicada a agradá-Lo, então as demais coisas serão acrescentadas  (Mateus 6.

33).

O Reino dos Céus deve ser a prioridade, ao invés das coisas  terrenas.

Quando priorizamos as coisas Celestes, então o Senhor se encarrega de suprir as nossas necessidades e conduzir nossas vidas.

Ao invés  de concentrar seus esforços em coisas superficiais, priorize o Reino.

Richard Baxter, o sacerdote puritano, disse: “Em nada, a não ser no céu, vale a pena colocar nosso coração”.

Algumas pessoas focam suas resoluções de Ano Novo em coisas como ganhar dinheiro, trocar de   carro ou viajar, mas essas coisas são superficiais.

Não estou dizendo que elas não tem o seu valor, mas que uma vida dedicada a essas coisas gera frustração.

A Bíblia diz: “Uma vida dedicada às coisas materiais é morta, um tronco cortado; uma vida moldada por Deus é uma árvore florescente.

” (Provérbios 11.

28).

Uma boa lista de resolução deveria começar com:Ler a Palavra de Deus;Orar mais;Jejuar mais;Adorar a Deus;Falar de Deus;Visitar os enfermos;Ir mais a Igreja;Há muitos conselhos na Bíblia que podem ajudar você a criar sua própria lista, mas os itens enumerados anteriormente trazem as principais doutrinas bíblicas.

Organize o seu novo ano de forma que as coisas espirituais estejam em prioridade.