Entre elas, está a implantação de outra Escola Técnica Estadual (ETE) no Recife.

Mudança na modalidade de ensino ocorre no ano letivo de 2020.

Rede estadual de ensino vai ter mais 25 escolas de tempo integral em 2020 Pernambuco passa a contar, em 2020, com mais 25 unidades de ensino em tempo integral.

A ampliação anunciada nesta terça (3) não abrange novas construções, e sim a transformação de 24 escolas de referência no ensino regular, que passam a funcionar na modalidade integral a partir do próximo ano letivo, além da implantação de outra Escola Técnica Estadual (ETE) no Recife (veja vídeo acima). As escolas em tempo integral oferecem as aulas normais, durante um período do dia, e outras atividades complementares no outro turno.

Ao todo, 19 cidades pernambucanas terão mais unidades nessa modalidade.

Na Região Metropolitana, serão 12 escolas em tempo integral.

Recife terá cinco; Olinda, duas; e os municípios de Abreu e Lima, Itapissuma, Camaragibe, Cabo de Santo Agostinho e Jaboatão dos Guararapes, uma unidade.

As cidades de Caruaru, Palmares, Sirinhaém, Serra Talhada, Ipubi, Tacaratu, Pesqueira, Cabrobó, Petrolina, Salgueiro, São José do Belmonte e Surubim também foram contempladas (veja lista no fim da matéria). O anúncio ocorreu em uma solenidade que reuniu prefeitos, diretores das escolas e representantes do governo do estado, incluindo o governador Paulo Câmara (PSB).

Com essa ampliação, a partir de 2020 o estado totaliza 392 escolas em tempo integral. Escola Governador Barbosa Lima, no Centro do Recife, passa a funcionar em regime integral a partir de 2020 Marina Barbosa/G1 Das novas escolas de tempo integral a serem implantadas, 16 ofertarão o ensino médio em tempo integral, incluindo a nova ETE no Recife.

Essas unidades funcionarão em três modelos diferentes de ensino médio integral: um com 45 horas semanais, outro com 35 horas semanais e um com dois turnos, quando podem ser formadas duas turmas diferentes de estudantes, de manhã e à tarde, totalizando 35 horas semanais. De acordo com o governo estadual, se o aluno se matriculou antes do anúncio da ampliação da rede de escolas em tempo integral, ele vai poder escolher se vai estudar nessa modalidade ou no ensino regular. “Os estudantes que já são matriculados na escola, por exemplo, os de ensino médio que vão para o 2º ano ou o 3º ano no próximo ano já estão com suas matrículas garantidas.

Para esses estudantes que eventualmente já tenham se matriculado na escola como uma escola regular, vamos contactá-los individualmente e verificar o interesse deles de seguir conosco num projeto de tempo integral", afirmou o secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amâncio. Escola técnica Com a transformação da Escola Estadual Dom Bosco, na Tamarineira, na Zona Norte do Recife, em uma ETE, Pernambuco passa a contar com 45 escolas técnicas estaduais a partir de 2020.

Inicialmente, serão oferecidos dois cursos técnicos: em publicidade e em marketing. "Os estudantes que já são dessa escola vão concluir o ensino regular.

Vamos abrir um processo de seleção para os novos estudantes e vamos dar um tratamento especial para quem já se matriculou no 1º ano da escola.

Estamos nos programando para fazer o lançamento da seleção já a partir da próxima semana iniciar as inscrições.

Vamos ter as provas ainda neste mês de dezembro e a divulgação desses resultados para os novos estudantes”, disse Fred Amâncio. Veja a lista das 25 escolas em tempo integral a partir de 2020 Recife: Escola Sylvio Rabelo Escola Governador Barbosa Lima Escola Dom Bosco (ETE) Escola Professora Inalda Spinelli Escola Gercino de Pontes Olinda: Escola Áurea de Moura Cavalcanti Escola Clídio de Lima Nigro Caruaru: Escola Professor Mário Sette Escola Professora Adélia Leal Ferreira Abreu e Lima: Escola Polivalente de Abreu e Lima Itapissuma: Escola Senador José Ermírio de Moraes Camaragibe: Escola Francisco de Paula Cabo de Santo Agostinho: Escola Emídio Cavalcanti de Albuquerque Jaboatão dos Guararapes: Escola Frei Jaboatão Palmares: Escola Doutor Pedro Afonso de Medeiros Sirinhaém: Escola Barra de Sirinhaém Serra Talhada: Escola Método de Godoy Ipubi: Escola Gênifa Felisbela Tacaratu: Escola Júlia Gomes Pesqueira: Escola Estadual Cristo Rei Cabrobó: Escola Senador Paulo Guerra Petrolina: Escola Antônio Padilha Salgueiro: Escola Agrícola de Umãs São José do Belmonte: Escola Napoleão Araújo Surubim: Escola Ana Faustina