Entregar os planos e sonhos ao Senhor é um ato de fé, e nem sempre será uma decisão fácil, pois nos levará a abrir mão dos nossos próprios projetos para estarmos dispostos á viver na dependência Dele.

Todo esse processo começa quando confiamos e reconhecemos que Sua vontade é boa, perfeita e agradável e que Deus está num plano superior.

Seus pensamentos são mais elevados que os nossos e não há como dimensionar Sua soberania.

Seu agir é algo excede nosso entendimento e as escrituras nos prova essa realidade em Isaías 55.

8,9:“Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor.

Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos”.

Mesmo reconhecendo a grandeza de Deus, muitas vezes não temos paciência para esperar as coisas mudarem.

Quando nossos sonhos e ideais de vida não acontecem como planejamos começamos a questionar, e até mesmo nos comparar com aqueles que não servem a Deus, pois tudo parece “prosperar” para eles.

No entanto, as escrituras em Salmos 37 nos mostra que não devemos nos indignar e nem tão pouco sentir inveja, pois as relíquias dos ímpios serão destruídas, porém o justo, aquele que confia no Senhor e faz o bem, esse tem promessas de ter os desejos do seu coração concedidos, de sustento e provisão, livramentos e salvação.

Muitas são as circunstâncias do dia a dia que nos leva a pensar que essas promessas não vão se cumprir e fazem com que nossa esperança seja consumida pelas dificuldades, mesmo buscando fazer o que é certo, orando, lendo a bíblia e afastando do pecado podemos experimentar lutas em quaisquer áreas da nossa vida.

São muitos os exemplos que poderia dar aqui, como dificuldades nos relacionamentos, problemas financeiros, problemas de saúde, sonhos e projetos frustrados, dentre tantos outros fatores, e muitas vezes na espera ansiosa por melhora, surgem mais dificuldades e nos leva de volta a olhar para o Salmo 37.

“Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniquidade.

Porque cedo serão ceifados como a erva, e murcharão como a verdura.

Confia no Senhor e faze o bem; habitarás na terra, e verdadeiramente serás alimentado.

Deleita-te também no Senhor, e te concederá os desejos do teu coração.

Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará” (Salmos 37:1-5).

Podemos perceber até aqui que Deus é soberano e que tem promessas para aqueles que confiam e esperam Nele, porém precisamos fazer nossa parte, como está escrito no versículo 3 : “Confie no Senhor e faça o bem”.

Ou seja, você precisa confiar.

Confiança nada mais é que crer, acreditar nas intenções ou palavras, entregar alguma coisa aos cuidados de alguém.

Nesse caso sabemos que precisamos crer na palavra de Deus e entregarmos nossa vida a Ele, e isso envolve absolutamente tudo.

  Não adianta dizermos que nossos planos estão nas mãos de Deus, se nossa vida não estiver.

Nosso dia a dia precisa ser de comunhão, de renúncia e entrega total.

Para se confiar é necessário conhecer, e nós só vamos estabelecer essa relação de confiança em Deus se o buscarmos de todo o nosso coração, se nos atentarmos a sua Palavra, meditarmos nela e vivermos uma vida de distanciamento do pecado e de boa conduta diante de Deus.

Em Salmos 37: 23,24 está escrito: “O Senhor firma os passos de um homem, quando a conduta deste o agrada; ainda que tropece, não cairá, pois o Senhor o toma pela mão”Existe em nós uma clara tendência a definir planos e achar que Deus irá agir exatamente de acordo com nossa vontade.

É como se, inconscientemente estivéssemos dizendo a Deus como agir.

E quando Ele age diferentemente das nossas expectativas, perdemos a visão e até mesmo ousamos a questionar.

E é ai que devemos estar atentos e sensíveis às circunstâncias que ocorrem em nossas vidas, e ao invés de murmurar olharmos para a situação com propósito.

Deus poderá estar permitindo ou tocando em uma área problemática, visando todo um círculo de outros problemas interligados, não apenas uma única questão isolada.

 Ele poderá nesse processo moldar valores, caráter e ainda nos revelar escolhas erradas que fizemos e que precisamos rever, arrepender ou até mesmo abandonar determinadas práticas, além de trazer intervenções e soluções que jamais enxergaríamos para a nossa necessidade, como a palavra nos mostra em Efésios 3:20: “Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós”Viver o tempo de espera não é fácil, principalmente quando tudo a volta parece dar errado.

Mas saiba que Deus é o Senhor do tempo e conhece o futuro, coisa que homem algum tem capacidade de conhecer, sua ação não se limita ao “agora”.

Devemos e podemos sonhar e fazer planos, e até mesmo lutar pra conquistá-los, mas sempre com os olhos fitos em Deus, sabendo que a resposta vem Dele.

Como está escrito em Provérbios 16: 1-3:“Ao homem pertencem os planos do coração; mas a resposta da língua é do Senhor.

Todos os caminhos do homem são limpos aos seus olhos; mas o Senhor pesa os espíritos.

Entrega ao Senhor as tuas obras, e teus desígnios serão estabelecidos”Que possamos ser cuidadosos, pacientes e prudentes em nossos projetos, orando sem cessar e apresentando a Deus tudo quanto fizermos, pois está escrito: “Os pensamentos do diligente tendem à abundância, mas os de todo apressado, tão-somente à pobreza” (Provérbios 21:5).

E em todo o tempo, saiba que Deus é quem dá a vitória.

Não confie em si mesmo, em sua própria força, da mesma forma, não esmoreça.

Em provérbios 21:31 está escrito: “O cavalo prepara-se para o dia da batalha, mas do Senhor vem a vitória”.

Sabendo disso, nunca se esqueça de entregar a Deus seus planos e sonhos, essa é a única garantia de que vai dar certo!