Arleney de Sanchez disse que fez a experiência para mostrar aos parentes e amigos no México como o Canadá pode ser frio no inverno.

Em frio de -32°C, prato de macarrão instantâneo congela no Canadá Para mostrar a parentes e amigos no México o quão rigoroso pode ser o frio no Canadá, uma mulher fez uma experiência com macarrão instantâneo em um dia de inverno canadense na cidade de Calgary. Arleney Rodriguez de Sanchez viu o passo a passo do experimento na internet e, então, colocou em prova na quarta-feira (15), quando a temperatura em Calgary chegou a -32°C.

Ela contou à agência Reuters que pegou um prato pronto de macarrão e deixou no jardim por aproximadamente 15 minutos.

Quando ela voltou, viu que o macarrão se tornou uma escultura — com o garfo preso entre os fios congelados. Garfo ficou preso nos fios congelados do macarrão, em um frio de -32°C no Canadá Arleney Rodriguez De Sanchez/via Reuters Macarronada congelou sob um frio de -32°C em Calgary, no Canadá Arleney Rodriguez De Sanchez/via Reuters Frio em Calgary As temperaturas em Calgary, cidade canadense com cerca de 1,3 milhão de habitantes, baixaram para níveis extremos nesta semana.

Segundo o jornal "Calgary Herald", carros pararam de funcionar — sem guincho, alguns motoristas tiveram de deixar os veículos nas ruas e pedir aos guardas que não os multassem pela parada irregular. NA RÚSSIA: Temperatura atingiu -67°C em 2018 e aulas foram suspensas O frio é tanto que a maior temperatura no estado de Alberta ainda era inferior à temperatura mais alta de Marte: termômetros em parte do planeta vermelho marcaram -17°C, informou a emissora CTV citando dados da Nasa. Esse frio extremo vai continuar neste sábado, mas a temperatura deve começar a subir ao longo do fim de semana até chegar a um "calor" de 3°C na segunda-feira. SAIBA MAIS: Veja os problemas de saúde que o frio extremo pode causar