Justificativa é de que para a recuperação total não pode conflitar com a possível ampliação do trecho ferroviário, que poderá ser feita na ponte ferroviária, que fica ao lado da rodoviária.

Ponte dos Barreiros interliga área insular à área continental em São Vicente, SP Cesar Morgado/Prefeitura de São Vicente O projeto executivo para a reforma emergencial de 50 estacas da Ponte dos Barreiros em São Vicente, no litoral de São Paulo, começou a ser feito há 10 dias e tem prazo para ser entregue até o final deste mês.

Após a reforma emergencial, a previsão é que tenha início a recuperação total da estrutura.

No entanto, a Prefeitura de São Vicente alega que depende do projeto executivo da 3ª fase do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) para realizar reforma completa da Ponte.

O terceiro trecho do VLT, chamado de Barreiros-Samaritá, será construído totalmente em São Vicente.

Ele terá 7,5 quilômetros de extensão e deve transportar cerca de 130 mil moradores da Área Continental da Cidade, além de fazer a ligação com os ônibus municipais.

A EMTU prevê que esse trecho do VLT seja feito pela ponte ferroviária, ao lado da Ponte dos Barreiros.

Porém, o local está interditado há anos.

Estação do VLT em Santos, SP Francisco Arrais/Prefeitura de Santos Segundo a prefeitura, o projeto executivo da terceira fase do VLT deveria ter sido entregue pela EMTU em julho de 2019.

De acordo com a administração, apesar de serem dois trechos distintos, as estruturas da ponte e da linha férrea são as mesmas.

Ainda conforme a administração, o projeto foi contratado pelo Estado e tem o valor de R$ 2 milhões, porém, até agora, não foi encaminhado à São Vicente.

De acordo com o Secretário de Obras Particulares de São Vicente, Elizeu Gonzalez Cação, a parte da mesoestrutura (a parte do meio da obra, que é feita por pilares e estruturas metálicas) e infraestrutura não podem ser separadas para que seja feita a reforma total.

“Sem o projeto executivo (do VLT) tem um descompasse no fluxo de caixa.

Não consigo fazer uma viga ou uma peça que está dando suporte para ambos os trechos, sem ter a planta das ferragens, que são únicas.

Não podemos ter o retrabalho.

A última manifestação deles é que seria entregue em março deste ano.

Esperamos que esse cronograma seja cumprido para que a gente realmente não possa ter nenhum tipo de problema futuro”, afirma Elizeu.

Secretário Elizeu Gonzalez Cação informou que necessita do projeto do VLT para reforma total da Ponte dos Barreiro, em São Vicente, SP Divulgação/TV Tribuna EMTU Por meio de nota, a EMTU informou que o Governo de São Paulo considera inadmissível que a Prefeitura de São Vicente busque, de forma irresponsável, transferir uma obrigação exclusivamente municipal para o Estado.

Segundo a EMTU, por descaso do executivo municipal, a falta de manutenção na Ponte dos Barreiros levou a estrutura a um pré-colapso, exigindo uma grande obra de engenharia para a reforma.

E, mesmo após conseguir a liberação de R$ 58 milhões da União para recuperar a ponte, provando ser a dona da ponte, a prefeitura encontra a liberação da verba travada pela Caixa Econômica Federal pela ausência do projeto de execução dos serviços.

Porém, a EMTU não se pronunciou sobre o projeto executivo do VLT.

Ponte dos Barreiros A Ponte dos Barreiros está interditada desde o dia 30 de novembro por determinação da Justiça, após o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) fazer uma vistoria e especialistas apontarem risco de um colapso estrutural. Cerca de 150 mil moradores da Área Continental da cidade estão sofrendo com os transtornos causados pelo bloqueio da Ponte.

A alternativa para os moradores é utilizar carrocelas, que fazem travessia de pedestres.

O Governo Federal aprovou junto ao Senado cerca de R$ 58 milhões para a recuperação da estrutura da Ponte dos Barreiros.

A princípio, serão liberados R$ 48 milhões, previstos no orçamento da União para 2020.

Porém, em uma primeira etapa, serão destinados R$ 5,5 milhões para as obras emergenciais, que devem durar 90 dias e consistem no reparo de 50 pilastras. Carrocella é utilizada por moradores para atravessar a Ponte dos Barreiros em São Vicente (SP) Reprodução Laudo do IPT aponte que o Ponte dos Barreiros apresenta risco de colapso em São Vicente, SP Solange Freitas/G1