Primeiro lote, de 50 unidades, está esgotado.

Nova versão poderá rodar até 416 km com uma carga, contra 383 km do modelo atual.

Chevrolet Bolt foi lançado no Brasil em 2019 Celso Tavares/G1 Depois de vender todas as 50 unidades do primeiro lote, a Chevrolet anunciou nesta segunda-feira (20) que vai importar mais unidades do carro elétrico Bolt ao Brasil no mês que vem. O segundo lote, porém, trará melhorias.

As novas baterias garantem uma autonomia maior, de 416 km, segundo o ciclo EPA.

O modelo atual, lançado em outubro por R$ 175 mil, podia rodar até 383 km com uma carga.

A fabricante não informou se o preço será mantido. O quanto roda, onde recarregar, custo...

como é o dia a dia com carros elétricos Harley sem ronco? conheça a primeira moto elétrica da história da marca Interior do Chevrolet Bolt é mais 'futurista' Celso Tavares/G1 Atualmente, o Bolt é oferecido em 26 concessionárias, espalhadas em 12 cidades: São Paulo, Campinas, São José dos Campos (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Florianópolis, Joinville (SC), Recife (PE) e Vitória (ES). O Bolt foi confirmado para o Brasil no Salão do Automóvel de 2018.

No entanto, as entregas começaram apenas um ano depois, em outubro passado.

Seu motor elétrico entrega até 203 cavalos e 36,7 kgfm de torque.

Segundo números de fábrica, o Bolt acelera de 0 a 100 km/h em 7 segundos.

VÍDEO: COMO ANDA, ONDE RECARREGAR E QUANTO CUSTA? A ROTINA COM CARROS ELÉTRICOS Carros elétricos: quanto rodam, onde recarregar, custo Chevrolet Bolt tem 203 cv e 37,9 kgfm Celso Tavares/G1