Caso aconteceu na noite desta segunda (20) em Parnamirim.

Vítimas fizeram exame de corpo de delito que confirmou que elas foram agredidas.

Vítimas de agressão fizeram exame de corpo de delito na sede do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep-RN), no bairro da Ribeira, em Natal.

Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi Um tenente da reserva da Polícia Militar de São Paulo foi preso depois agredir a esposa, a enteada e a sogra, na noite desta segunda (20) em Parnamirim, na Grande Natal, segundo a Polícia Civil.

De acordo com a Polícia, ele foi preso em flagrante e levado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) na Zona Norte de Natal. Segundo a corporação, o homem chegou embriagado em casa e após uma discussão agrediu a esposa a socos.

A mãe dela, uma idosa de 70 anos, e a filha da mulher tentaram impedir as agressões mas também foram agredidos. De acordo com informações da Polícia Civil, a enteada do policial chamou uma viatura da PM que passava na rua.

As vítimas fizeram o exame de corpo de delito no Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep-RN) que confirmou as agressões. O homem foi levado para a Deam, preso em flagrante e vai responder pelos crimes previstos na Lei Maria da Penha.