Campanha recolhe doações para famílias, que estão sem trabalho por conta da pandemia do coronavírus.

Secretaria Estadual da Cultura recebe doações para encaminhar a trabalhadores da cultura Sedac/Divulgação A Secretaria da Cultura do Rio Grande do Sul mapeou 901 famílias de trabalhadores da área de cultura que foram prejudicados pela pandemia de Covid-19.

Desde que passaram a vigorar medidas de isolamento social e proibição de atividades como shows, peças de teatro, exposições e apresentações, diversos profissionais ficaram sem ocupação.

Desde semana passada, a pasta recolhe doações de alimentos, produtos de limpeza e higiene para distribuir às famílias do setor cultural. Dos trabalhadores beneficiados, 343 são de Porto Alegre e pelo menos 26 famílias são de funcionários de circos de lona itinerantes.

Initial plugin text A campanha Ventos de Solidariedade na Travessa dos Cataventos coleta doações também fraldas de todos os tamanhos, até o dia 21 de maio.

As entregas devem ser feitas na Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736), em Porto Alegre, das 11h às 16h, todos os dias, inclusive naos finais de semana. As doações estão sendo entregues junto com a Defesa Civil do RS.

Além dos mantimentos, alguns kits contam com livros doados pela Biblioteca Pública do Estado (BPE) e pelo Instituto Estadual do Livro (IEL). A prefeitura de Porto Alegre também tem iniciativa semelhante, assim como um grupo de produtores locais, para auxiliar os trabalhadores.