Até então, testes de Covid-19 eram feitos apenas em casos graves.

A Prefeitura de Poços de Caldas (MG) deverá a partir de agora a fazer testes rápidos de Covid-19 para todos os pacientes que apresentarem sintomas da doença.

Até então, somente casos graves eram testados. "Nossos PSFs da cidade inteira, têm os testes para serem feitos.

O paciente vai chegar lá com algum sintoma, ele vai fazer o teste.

Isso vai nos dar uma segurança, para a população e nos dar um número exato do que está acontecendo com a epidemia em Poços de Caldas", disse o secretário de Saúde, Carlos Mosconi. Em uma transmissão ao vivo feita na noite de sexta-feira (22) pela internet, o prefeito Sérgio Azevedo afirmou que o número de casos da doença se manteve sob controle após a flexibilização do comércio.

"Completados 20 dias de aberturas do comércio, agora que vai começar a aparecer algum problemas.

Esses próximos 15 a 20 dias serão fundamentais para que a gente possa saber se devemos avançar nessa flexibilização ou se precisaremos recuar.

Nós temos 47 leitos de UTI exclusivos para Covid na cidade e nós estamos ocupando sete, ou seja, 14,89% somente ocupados, onde o nosso limite vai ser 75%, se nós chegarmos a 75%, nós vamos ter que recuar", disse o prefeito Sérgio Azevedo. O comércio na cidade ficou fechado por 40 dias.

A reabertura aconteceu no dia 1º de maio.

De lá para cá, o número de casos confirmados na cidade mais do que dobrou.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, passou de 19 casos confirmados no início do mês para mais de 40 nesta semana.

Prefeitura deverá fazer testes rápidos em todos os pacientes com sintomas de Covid-19 em Poços de Caldas Reprodução EPTV "Foi uma elevação que nós consideramos previsível, mas sem grandes atropelos, os pacientes estão sendo atendidos normalmente, os exames estão sendo feitos normalmente.

Nós não podemos ficar animados com isso de maneira alguma, nós temos que estar conscientes que a doença não acabou ainda, nós estamos em uma fase mais ainda no começo da doença, ainda tem uma longa caminhada pela frente", disse o secretário de Saúde. Nesse período, foram feitas denúncias de aglomerações em bares.

Por esse motivo, a prefeitura anunciou a redução do horário de funcionamento dos bares, que agora podem ficar abertos somente até as 20h "São os bares dos bairros, esse é o grande problema hoje que nós estamos tendo, os bares maiores que são os restaurantes, no Centro, em outras localidades, têm funcionando muito bem.

Se não houver o cumprimento dessas normativas, se não houver realmente a compreensão que nós estamos em uma pandemia, que não é para ficar ali, que é pra você ir ali fazer o que tem que fazer e sair, ficar o dia todo não dá, se não houver essa compreensão eu infelizmente vou ter que fechar", completou o prefeito. O infectologista Mário Krugner, que também participou da live, reforçou que a população não pode deixar de se prevenir, principalmente agora com a chegada do frio.

"O que a gente preconiza é que a gente fique em casa, só saia quando for necessário, que deixe a nossa casa ventilada e que a gente não baixe a guarda, que a gente continue nesse tom, que a gente continue nesse vigor, a máscara é desconfortável, mas está valendo muito a pena", disse o infectologista. A prefeitura informou ainda que por recomendação do Ministério Público, as academias vão permanecer fechadas.

Também não há previsão de reabertura das escolas e da retomada do turismo na cidade.

Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas