Segundo a corporação, droga vem da Bolívia e custa R$ 7 mil o quilo.

Equipe do 11º DP identificou a placa do veículo usado pelo suspeito e conseguiu efetuar a prisão quando ele retornava para a cidade de origem.

Maconha apreendida com suspeito em Campinas (SP) seria proveniente da Bolívia e custaria R$ 7 mil o quilo, segundo a Polícia Civil Polícia Civil/Divulgação Policiais civis de Campinas (SP) prenderam nesta quinta-feira (28) um homem de 44 anos por tráfico de drogas.

De acordo com a equipe do 11º Distrito Policial, que efetuou a prisão, a informação era de que o suspeito viria a cidade para buscar uma droga com alto grau de pureza, conhecida como "maconha de altitude", para levar até São João da Boa Vista (SP). "Obtivemos o emplacamento do veículo que seria utilizado, fizemos o monitoramento e conseguimos realizar a abordagem na Av.

John Boyd Dunlop, quando o marginal já retornava para sua cidade de origem", conta o delegado Sandro Jonasson, responsável pela operação. Com o suspeito, que de acordo com a Polícia Civil tem várias passagens por tráfico, eles localizaram 2,5kg do entorpecente, que seria proveniente da Bolívia.

"É uma droga plantada em altas altitudes, com alto grau de pureza, que agrega valor ao entorpecente.

É vendida em torno de R$ 7 mil por quilo", diz Jonasson. O suspeito e a droga foram encaminhados até o 11º DP, onde foi registrada a ocorrência.

O homem permaneceu preso, à disposição da Justiça. Veja mais notícias da região no G1 Campinas