Mulher foi morta por volta das 3h da madrugada desse domingo (31).

Homem foi preso em flagrante nesta segunda-feira (1) em uma casa em Manoel Urbano, no interior do Acre.

Marido liga para polícia, confessa ter matado mulher a facadas e informa sua localização no interior do AC Divulgação/PM-AC Um dia após a morte da mulher, Andreci Paulo de Amorim, de 29 anos, ligou para o 190 da Polícia Militar, confessou o crime e informou sua localização.

Ele é suspeito de matar Maria Antônia Saboia da Silva, de 30 anos, com vários golpes de faca, no município de Manoel Urbano, no interior do Acre.

O crime ocorreu por volta das 3h desse domingo (31).

Nesta segunda-feira (1º), o homem ligou para a polícia e foi preso em flagrante.

Segundo o 8º Batalhão da Polícia Militar do Acre, ele estava em uma casa no bairro São José, também em Manoel Urbano.

O G1 tentou falar com o delegado da cidade, Rodrigo Noll, mas até última atualização desta reportagem não obteve resposta.

O tenente da PM-AC Fábio Diniz disse que o homem relatou à polícia que tinha cometido o crime por conta de uma suposta traição. “Nós estávamos fazendo as buscas por ele, tanto a Polícia Militar como a Polícia Civil, quando ele ligou no número 190 e passou a localização de onde estaria.

Daí, fizemos o cerco no local e conseguimos prendê-lo.

Ele revelou que o motivo seria uma possível traição, também tiveram discussões e ele também estava muito embriagado”, disse o tenente.

Maria Antônia deixou dois filhos, de 5 e 13 anos, que estavam dormindo no momento do crime, informou a PM. Um irmão da vítima, teria informado para a polícia que Maria e o companheiro discutiam há alguns dias e ela queria terminar, mas não conseguia. Na noite de sábado (30) para domingo, os dois estavam bebendo e a mulher acabou morta.

No mesmo dia, a polícia encontrou uma faca do tipo peixeira que ainda estava suja de sangue. Acre tem a maior taxa de feminicídio do Brasil