Respiradores buscam auxiliar no tratamento de pacientes com Covid-19, por meio da ampliação de leitos de UTI nas cidades da região.

Anúncio foi feito pelo secretário de Desenvolvimento de SP, Marcos Vinholi, durante coletiva de imprensa Reprodução/YouTube A Baixada Santista recebeu 17 respiradores do governo estadual, por estar na fase vermelha do 'Plano São Paulo'.

O anúncio foi feito em coletiva realizada nesta terça-feira (2) no Palácio dos Bandeirantes.

O objetivo, segundo o secretário de Desenvolvimento Regional, Marcos Vinholi, é ampliar a capacidade hospitalar da região.

Conforme reforçou o secretário, a quantidade de leitos da região foi o que impactou para que ela ficasse na fase 1, vermelha.

"Por isso que hoje o governador João Doaria encaminha respiradores para todas as regiões que estão com a capacidade hospitalar estressada", diz.

No final de maio, o Governo do Estado anunciou a prorrogação da quarentena restritiva por 15 dias, a partir do dia 1º de junho, para a Baixada Santista, Vale do Ribeira e a Grande São Paulo.

As três regiões foram consideradas zonas de alerta máximo (fase vermelha) de casos do coronavírus, e com isso deveriam continuar apenas com serviços essenciais abertos. Porém, os prefeitos da Baixada contestaram e o governo considerou novos dados apresentados pelos chefes do executivo da região, afirmando que então a Baixada Santista poderia estar classificada na fase 2 (laranja), que indica o controle da situação e traz a possibilidade da abertura de comércios com restrições.

No entanto, o estado alertou que a situação pode permanecer a mesma caso critérios não sejam atendidos.

O anúncio oficial da mudança ou não de fase ocorrerá nesta quarta-feira (3). No total, considerando as regiões do ABC, Leste, Norte, Oeste e a Baixada Santista, foram 97 respiradores enviados pelo Estado.

"Nós vamos seguir avançado com a chegada de respiradores, seguir avançando com a construção de novos leitos e seguir aumentando a capacidade hospitalar das região do estado de São Paulo, sobretudo as mais impactadas", diz Vinholi.

O secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, destacou ainda a importância do isolamento para evitar a proliferação do coronavírus.

"É muito importante manter as ações de prevenção ao vírus.

Por isso que o governador todos os dias fala com veemência para que todos fiquem em casa e usem máscaras.

O isolamento é um dos grandes mecanismos que temos no combate a Covid-19, quando falamos em prevenção".