De acordo com a instituição, trata-se de um jacaré de papo amarelo, de nome científico Caiman latirostris.

Animal ficará sob cuidados até ganhar mais peso.

Animal foi colocado em um balde até a chegada dos bombeiros Corpo de Bombeiros/Divulgação A espécie do filhote de jacaré encontrado na piscina de um sítio do bairro Pomar, em Coronel Fabriciano (MG), nessa quarta-feira (22), está em extinção conforme divulgado pelo Centro de Biodiversidade da Usipa (Cebus).

O animal está sendo tratado no local desde quinta (23), quando foi entregue por militares do Corpo de Bombeiros. De acordo com o Cebus, o filhote é um jacaré de papo amarelo, de nome científico Caiman latirostris e estima-se que o animal tenha cerca de 4 meses de vida.

Informou ainda que ele deve ficar sob cuidados de especialistas até ganhar mais peso, para, assim, ser devolvido à natureza. Segundo a instituição, os exames de checagem de sexo, pesagem e medição serão feitos posteriormente.

Inicialmente, o objetivo é amenizar o estresse do animal, que é uma espécie típica da região do Vale do Aço. Veja mais notícias da região em G1 Vales de Minas Gerais.