Água invadiu estradas e pontes que cortam o município; famílias estão sendo levadas para uma escola e o prefeito disse que 'a situação é preocupante'.

Nível pode se elevar a mais de 10 metros até as 14h, segundo o Serviço Geológico do Brasil.

Pousada que fica às margens do rio foi coberta pela água César Rocha/ Arquivo pessoal Moradores de Santo Hipólito, na região Central de Minas, estão ilhados por conta da cheia no Rio das Velhas.

O último boletim divulgado pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM), na manhã desta quarta-feira (29), aponta que o nível do rio subiu 9.96 metros e pode se elevar a mais de 10 metros até as 14h. A água já invadiu casas, pousadas e a MG-220, que liga Santo Hipólito a Corinto está interditada.

O prefeito Gilson Aranha (MDB) afirmou que a situação é preocupante e as famílias começaram a ser retiradas das áreas de alagamento na tarde de terça, e estão sendo levadas para uma escola municipal.

O município tem pouco mais de três mil habitantes e o número de desalojados ainda não foi divulgado.

Não há feridos. Água começou a invadir casas no Centro da cidade Cesár Rocha/Arquivo pessoal Ele esclareceu que um caminho alternativo para sair da cidade seria passando pelo Distrito da Glória, mas a estrada está intransitável e uma ponte sobre o Rio das Velhas está alagada.

“A população está ilhada e estamos muito preocupados.

Se alguma pessoa passar mal e precisar de atendimento em outras cidades não temos como transportá-la”, disse o prefeito. MG-220 liga Santo Hipólito a Corinto César Rocha/ Arquivo pessoal Em entrevista ao G1, a secretaria de saúde Michelly Pereira dos Santos Barcelo informou que seis moradores precisam ser transportados três vezes na semana para fazer hemodiálise em Curvelo.

Esses pacientes já foram deixados na cidade na tarde de terça por precaução. “Quando ficamos sabendo que o nível do rio iria subir já providenciamos para eles ficarem em Curvelo.

Quatro pacientes estão na casa de parentes e dois estão em uma pousada paga pela prefeitura”. Segundo a secretaria, 22 pacientes que seriam levados para Belo Horizonte, Sete Lagoas e Curvelo na manhã desta quarta ficaram sem atendimento.

Eles estavam com consultas com especialistas agendadas, exames de alto custo e cirurgias eletivas. “Temos pacientes que estavam aguardando há um ano para um exame e perderam porque não temos como transportá-los", lamenta. Rio das Velhas sobe 9 metros e atinge cota de inundação em Santo Hipólito Nível do Rio Paraúna sobe sete metros e 90 moradores ficam desalojados em Presidente Juscelino Cheia histórica O maior volume de água que chega no Rio das Velhas vem do Rio Paraúna, em Presidente Juscelino, onde o nível da água subiu sete metros e 90 famílias ficaram desalojadas.

A última cheia nessa mesma proporção foi registrada em 1979. O prefeito de Santo Hipólito disse que o município decretou estado de emergência e representantes da administração estão em Belo Horizonte desde a tarde de terça.

“Eles estão participando de reuniões com o Governo em busca de orientação e informações sobre recursos.

Esperamos um apoio do Governo”.

Água invadiu pousada às margens do Rio das Velhas Cesár Rocha/Arquivo pessoal Veja mais notícias da região no G1 Grande Minas.