De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), sem o cadastramento, os eleitores perdem o direito de voto, podem ter o CPF e benefícios sociais cancelados, entre outros.

Cadastramento em cidades do Leste de Minas é prorrogado até o dia 6 de março Reprodução/TV TEM O prazo para a realização do cadastramento biométrico foi prorrogado até o dia 6 de março.

Anteriormente, o prazo ia até 21 de fevereiro.

No Leste de Minas, devem fazer o procedimento eleitores das cidades de Bom Jesus de Galho, Caratinga, Conselheiro Pena, Dom Cavati, Governador Valadares, Lajinha, Peçanha, Santa Bárbara do Leste e Ubaporanga. A medida foi anunciada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) para evitar prejuízo para os eleitores, pois há uma manutenção do sistema em todo o país prevista para os dias 15 e 16 de fevereiro, data que seria o último fim de semana antes do fim do prazo em 21 de fevereiro.

De acordo com o órgão, os eleitores que não fizerem o recadastramento perdem o direito de voto, podem ter o CPF e benefícios sociais cancelados, além de não poder emitir passaporte, matrícula em instituição de pública de ensino, empréstimos em bancos oficiais ou subsidiados pelo orçamento público e posse em cargo público. Atendimento Os eleitores devem procurar o Cartório Eleitoral da cidade para efetuar o cadastramento.

É necessário levar documento de identificação oficial e comprovante de endereço.

Quem já tiver o título pode levá-lo, para facilitar o procedimento.

No caso de eleitor do sexo masculino com mais de 18 anos que for tirar o título pela primeira vez, também é necessário apresentar o comprovante de quitação com o serviço militar. Em todos os municípios, o atendimento é feito por ordem de chegada ou por agendamento, que deve ser feito no site do TRE-MG ou pelo Disque-Eleitor (148). Veja mais notícias da região em G1 Vales de Minas Gerais.