Unidade de uma possível versão topo de linha foi vista perto da fábrica de São Bernardo do Campo (SP), onde o modelo será produzido.

Volkswagen Nivus flagrado próximo a fábrica da marca, em São Bernardo do Campo (SP) Murilo Soares/G1 Confirmado para o primeiro semestre de 2020, o Volkswagen Nivus intensificou seus testes finais e tornou-se figurinha fácil nas ruas brasileiras.

A marca espera que ele seja um "divisor de águas" para a empresa no país. Uma unidade do "SUV-cupê" do Polo, aparentemente da versão mais cara, com rodas diamantadas, foi flagrada pelo leitor Murilo Soares em frente a fábrica da marca em São Bernardo do Campo (SP), onde o modelo será produzido.

Segundo Murilo, o Nivus tem porte semelhante ao de um hatch médio, confirmando as informações dadas pelo presidente da Volkswagen, Pablo Di Si, de que ele será "um pouco mais baixo que um SUV, mas muito mais alto do que um sedã". Viu carro não lançado? Mande foto ou vídeo para o VC no G1 ou pelo Whatsapp/Viber, no telefone (11) 94200-4444, usando a hashtag #g1carros Detalhes técnicos ainda não foram revelados, mas é possível que o modelo compartilhe o conjunto mecânico com o T-Cross, ou seja, os motores 1.0 e 1.4, ambos turbinados, com câmbio automático de 6 marchas.

Volkswagen mostra seu próximo SUV, o Nivus Divulgação Além de estrear o novo logo da Volkswagen no mercado brasileiro, o grande diferencial do Nivus estará no visual de apelo mais esportivo, definido por Pablo Di Si como "tempero latino, muito marcante, mas com DNA Volkswagen".

A traseira segue a tendência dos "SUV-cupês", com caída mais suave.

A marca fala na "popularização" desse tipo de carroceria, até então restrita a modelos premium como os BMW X4 e X6, e os Mercedes GLC e GLE Coupé. Ele deverá oferecer em sua versão mais completa itens como quadro de instrumentos digital, faróis full-LED e sistema de estacionamento semiautônomo.

A Volkswagen promete que ele também revolucionará no sistema de entretenimento.

Nivus compartilhado? “Será um divisor de águas porque teremos um novo modelo de negócios de que estreará com o Nivus”, disse.

“Estamos trabalhando um conceito de mobilidade”, completou. Uma das apostas pode ser o compartilhamento de veículos em grandes cidades.

A Volkswagen estreou um plano piloto de compartilhamento de carros em algumas concessionárias, e deve, no futuro, expandir o negócio, contando com parcerias com outras empresas. Futuro Volkswagen Nivus, ainda em imagem embaçada Divulgação O Nivus, como um “embaixador” da nova imagem da Volks, é o veículo ideal para ser a estrela do negócio, que pode ser baseado no programa implantado recentemente na Alemanha – são milhares de unidades das versões elétricas de Up e Golf disponíveis para locação. Por fim, ele é motivo de orgulho para a equipe brasileira.

Afinal, trata-se do primeiro veículo desenvolvido com engenharia local e que também será produzido e vendido na Europa. Além dele, outros dois modelos devem ter o mesmo destino: a picape Tarok, que chega no ano que vem, e um outro SUV, ainda não revelado, mas que deve ser do segmento de entrada - abaixo do próprio Nivus.