Nova suspeita foi confirmada nesta quarta-feira (5).

Outros quatro pacientes estão em isolamento domiciliar: dois em Novo Hamburgo, um em Canoas e um em Morro Reuter.

O quinto caso suspeito do coronavírus 2019 n-CoV no Rio Grande do Sul foi confirmado nesta quarta-feira (5) pelo Ministério da Saúde.

Conforme a Secretaria Estadual de Saúde, trata-se de um bebê de seis meses, morador da China, que apresentou sintomas durante estadia em Porto Alegre.

Coronavírus: o que se sabe sobre o novo vírus que surgiu na China A criança teve febre combinada com sintomas respiratórios leves, o que é considerado requisito para suspeita da doença.

Os pais, diz a secretaria, não manifestaram sintoma.

Além do bebê, outros quatro casos de suspeita de coronavírus estão em investigação: um casal, de Canoas, que esteve em Hong Kong e Macau; um homem de Novo Hamburgo que reside em Hong Kong e apresentou sintomas em visita à cidade; uma criança, moradora de Morro Reuter, que esteve na China recentemente. Initial plugin text Todos os pacientes tiveram materiais coletados e enviados ao Instituto Fiocruz, no Rio de Janeiro, que é o laboratório de referência para os testes da doença.

No Brasil, são 11 casos em investigação.

Além dos cinco casos suspeitos no Rio Grande do Sul, quatro são em São Paulo, um em Santa Catarina e um no Rio de Janeiro. Desde as primeiras suspeitas, 21 casos já foram descartados no Brasil. O surto mundial da doença foi considerado emergência de saúde pública de interesse internacional.

Até esta quarta-feira (5), eram 491 mortes por coronavírus na China, uma morte nas Filipinas, 24.363 casos confirmados na China e 182 casos confirmados em outros 24 países.

Coronavírus: sintomas, risco no Brasil e tudo o que se sabe até agora Initial plugin text