Dinéia Maria da Silva não tinha eletricidade em sua casa há 11 anos, desde quando chegou à cidade.

Dinéia Maria da Silva mora na comunidade do Baixão, distante 135 km do centro de Alta Floresta D’Oeste, em Rondônia.

Desde quando chegou à cidade, há 11 anos, nunca teve energia elétrica em sua casa.

Com a chegada da Energisa ao estado, sua vida melhorou: em novembro foi ligada a energia elétrica em sua casa e ela deixou de fazer tarefas antigas, como lavar a roupa com as mãos, e agora tem a eletricidade como aliada para executar esta função. “Depois que essa energia chegou foi uma bênção”, afirma Dinéia enquanto mostra a sua máquina de lavar.

A chegada da energia elétrica também eleva os pensamentos da dona de casa, que quer modificar a forma de trabalhar com sua plantação.

“Agora penso em só mexer com milho e fazer irrigação também.

Se não tiver energia, a gente fica de mãos atadas”, diz agradecendo a Energisa pela chegada da eletricidade. Dinéia é um exemplo entre os vários moradores de comunidades das regiões distantes do centro de Alta Floresta D’Oeste que começaram a receber energia elétrica após a chegada do Projeto Energia que Transforma, lançado na última semana pela concessionária e resultado de investimentos de mais de R$ 4 milhões em manutenção e distribuição de rede, atendimento comercial e eficiência energética.