Previsão leva em conta o horário de Brasília.

O presidente Jair Bolsonaro disse que volta de brasileiros do epicentro do surto de coronavírus não representa risco a terceiros no país.

O presidente Jair Bolsonaro participou de reunião no Ministério da Defesa sobre a repatriação de brasileiros em Wuhan Guilherme Mazui/G1 O Ministério da Defesa informou nesta sexta-feira (7) que os aviões da Força Aérea que vão buscar os brasileiros em Wuhan tem pouso estimado para 13h30 na cidade chinesa, no horário de Brasília.

A previsão de chegada a Anápolis, onde será feita a quarentena, é à meia-noite deste sábado (8).

A entrada no espaço aéreo do Brasil deve ocorrer às 17h30 do sábado.

Ainda de acordo com o ministério, os aviões decolaram às 10h15 para fazer a última parte da viagem.

Nesta quinta, a comitiva havia feito parada na Polônia.

Os aviões vão buscar 40 pessoas na cidade chinesa, epicentro do surto de coronavírus. Como o governo já havia informado anteriormente, todos os repatriados de Wuhan vão passar por uma quarentena de 18 dias.

O presidente Jair Bolsonaro, após participar de reunião no Ministério da Defesa nesta sexta, afirmou que a volta de brasileiros de Wuhan não representará risco para terceiros no Brasil. "Não existe qualquer risco para terceiros aqui no Brasil", afirmou o presidente. Quem embarcará em Wuhan 34 brasileiros ou parentes de brasileiros (incluindo três diplomatas brasileiros) 4 poloneses em Wuhan (desembarcarão em escala) 1 chinesa (desembarcará em escala) 1 indiana (desembarcará em escala) O que será oferecido aos repatriados na quarentena 6 refeições diárias: café, colação, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia (acompanhados por nutricionistas) Entretenimento: Videogame, brinquedoteca, jogos, biblioteca, apresentação de bandas militares