Ação faz parte da Operação Impostores que teve como objetivo bloquear bens de quatro indiciados.

Em dezembro do ano passado, um integrante do grupo já tinha sido preso.

Operação prendeu, em dezembro, um homem suspeito de ser o mentor do esquema Divulgação/Polícia Civil A Polícia Civil do Rio Grande do Sul, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Lavagem de Dinheiro, cumpriu seis ordens judiciais ao longo desta segunda-feira (10) contra um grupo suspeito de falsificar a assinatura de delegados para retirar carros de depósitos do Detran em 2019. A ação faz parte da Operação Impostores que teve como objetivo bloquear bens de quatro indiciados.

Em dezembro do ano passado, um integrante do grupo já tinha sido preso. Nesta etapa da operação, o grupo recebeu o indiciamento pelos crimes de estelionato, uso de documento falso, receptação e associação criminosa.