Chuvas entre a noite de segunda-feira (10) e a terça-feira (11) deixaram estragos em vários municípios da região.

A Defesa Civil de Minas Gerais monitora cidades do Sul de Minas após as fortes chuvas que atingiram a região entre a noite de segunda-feira (10) e a manhã de terça (11).

No início da manhã, o órgão emitiu um alerta a respeito do grande volume de chuvas no Sul de Minas para esta terça-feira.

No entanto, para o período da tarde, não havia aviso de mais chuvas fortes. Várias cidades da região, como Bandeira do Sul, Campestre e Poço Fundo, registraram alagamentos de ruas e casas, além de desabrigados.

Conforme o coordenador da Defesa Civil Estadual, coronel Rodrigo Souza Rodrigues, o alerta de chuvas fortes pode voltar nos próximos dias.

Os volumes podem ultrapassar os 80 milímetros na região.

Confira as informações da previsão do tempo para o Sul de Minas com Suzana Siega "O sistema meteorológico está trazendo bastante nebulosidade e essas chuvas vão continuar.

A previsão é que esse sistema ainda esteja preponderando na região de Minas, tanto no Norte, na área Central, mas com um pouco mais de intensidade, com chuvas previstas de 80 a 120 milímetros para as próximas 24 horas, principalmente na Zona da Mata e no Sul de Minas Gerais", detalhou. Ainda conforme o coordenador, equipes da Defesa Civil Municipal e do Corpo de Bombeiros conseguiram atender às ocorrências no Sul de Minas.

Portanto, não foi preciso enviar equipes estaduais para suporte. "É importante deixar a população ciente que para a região do Sul de Minas a gente continua com os monitoramentos.

Nosso monitoramento, além das previsões, ele dá alerta para condições mais severas.

No momento, não há nenhuma condição severa para o Sul de Minas.

Contudo, se haver alguma formação, e nesse período chuvoso, as tempestades, vendavais, granizo, serão emitidos através do nosso sistema SMS". Chuva alagou ruas de Bandeira do Sul (MG) João Daniel Alves/EPTV Ainda conforme o coordenador, a Defesa Civil recebeu os registros de deslizamentos de terra, encostas e alagamentos em cidades de Minas Gerais nesta terça.

É importante que moradores próximos às encostas e morros fiquem atentos a sinais como solo encharcado, inclinação de árvores e postes.

Em caso destes sinais, é preciso deixar os imóveis próximos. A Defesa Civil tem o sistema de alertas por sistema de mensagens de texto.

Para receber, é preciso se cadastrar pelo 40199.

Na mensagem, basta escrever o CEP da residência.

O usuário receberá mensagens sobre possíveis alertas. Veja como se proteger em caso de alagamentos Arte/EPTV Volume de chuva Dados da Somar Meteorologia registraram alto volume de chuva em cidades do Sul de Minas nas últimas 24 horas.

Os municípios com maior quantidade de chuva foram: Itajubá - 84 milímetros; Bandeira do Sul -70 milímetros; Campestre - 70 milímetros; Poços de Caldas - 70 milímetros; Poço Fundo - 50 centímetros. Dados meteorológicos apontam que o tempo pode continuar instável, pelo menos, até quinta-feira (13) no Sul de Minas.

Área de instabilidade segue no Sul de Minas Reprodução/EPTV Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas