Comerciante diz que foi agredido pelos ladrões armados e que vítimas foram obrigadas a deitar no chão, antes de serem trancadas em cômodo.

Ninguém foi preso.

Três homens armados realizaram um arrastão em um bar às margens da Rodovia João Traficante, em Franca (SP), na noite desta segunda-feira (10).

Segundo a Polícia Civil, o trio fugiu na picape do proprietário do estabelecimento com celulares, dinheiro e caixas de cerveja. O comerciante José Paulo Ferreira Dias, de 62 anos, contou que os ladrões estavam encapuzados e chegaram ao local a pé, por volta de 20h30.

Um dos homens estava com um revólver e os outros dois carregavam pedaços de madeira, além de facas.

"Fiquei mais preocupado com meus amigos do que comigo.

Eles colocaram todo mundo deitado.

Para carregar a cerveja, chutaram nossos pés.

Chegou a mulher de um amigo com as crianças e foram rendidas.

Colocaram a gente em um cômodo e trancaram", relembrou. Dias afirmou que foi agredido com um golpe na cabeça e permaneceu trancado junto dos clientes por cerca de 40 minutos, até serem libertados por uma equipe da Polícia Militar.

Caixas de cerveja, celulares e R$ 700 do bar foram roubados pelos criminosos. "Pegaram refrigerante e colocaram para a gente beber.

Eles me imobilizaram, me colocaram deitado no chão e me deram uma cacetada na cabeça.

Colocaram um balde com água para que eu lavasse a cabeça e trancaram a gente com cadeado", disse. O caso será investigado pelo 3° Distrito Policial de Franca.

Até o início da tarde desta terça-feira (11), nenhum suspeito do crime havia sido identificado ou preso.

Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca