Feminicídio ocorreu em uma fazenda na cidade de Cabo Verde (MG); acusado pelo crime fugiu e Polícia Civil tenta localizá-lo.

A Polícia Civil prossegue com investigações para localizar um homem de 49 anos, que é suspeito por ter matado a esposa com um tiro no rosto, no início da madrugada de terça-feira (11), em uma fazenda localizada em Cabo Verde (MG).

Após o crime, o homem fugiu e, até a publicação desta reportagem, ainda não havia sido encontrado. De acordo com o que testemunhas narraram à polícia, o motivo do crime seria o fato de a vítima ter pedido demissão do trabalho com a intenção de pedir a separação do relacionamento que tinha com o suspeito.

Segundo as narrativas, ela queria voltar para a terra natal, no norte de Minas Gerais.

Familiares do suspeito disseram à polícia que estiveram na residência um dia antes do crime, por volta das 22h.

A ida deles ao imóvel ocorreu, de acordo com eles, por conta de um telefonema em que o homem informava aos parentes que tinha a intenção de se matar.

Ao chegarem à casa, eles afirmam que se depararam com o acusado extremamente agitado e agressivo, porém, como o casal se desentendia com frequência, não deram importância e foram embora, sem acionar a Polícia Militar.

Eles retornaram posteriormente ao local, quando encontraram o corpo da vítima e acionaram o serviço de emergência policial.

Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas