Usuários dizem que animal pertence a vizinho, é dócil e tem até nome.

Aposentado reclama de mato alto na unidade e dona de casa critica atendimento: 'cabrita é mais bem tratada'.

Pacientes flagram cabrita descansando em banco de posto de saúde em Ribeirão Preto A cena de uma cabrita passeando e pastando no jardim da Unidade Básica de Saúde (UBS) Alexander Fleming, no bairro Adelino Simioni, zona Norte de Ribeirão Preto (SP), surpreendeu os pacientes na manhã desta quarta-feira (12).

O animal até aproveitou o "passeio" para descansar em um banco de espera. A Secretaria Municipal da Saúde informou que enviou uma equipe para recolher o animal, mas, quando os servidores chegaram ao local, a cabra não foi encontrada. Morador do bairro, Jean Guimarães gravou em vídeo o momento em que a cabra descansava tranquilamente em cima de um banco do posto de saúde no início da manhã.

O flagrante ocorreu quando Jean levava o filho para ser vacinado no local.

Cabra pasta no jardim do posto de saúde em Ribeirão Preto Fábio Junior/EPTV O aposentado José Linguanoto Bento contou que sofre de pancreatite aguda e é acompanhado pela equipe médica da UBS.

Bento disse que vai ao posto de saúde regularmente e ficou surpreso ao ver o animal circulando pelas dependências da unidade.

“Bode a gente só vê no nordeste”, disse o idoso, reclamando do mato alto no jardim da unidade de saúde e em outros terrenos da cidade.

“Você vê as ruas, não tem visão, provoca acidente.

Não tem como nem pedestre passar”, completou. Cabra 'descansa' em banco de espera do posto de saúde em Ribeirão Preto Jean Guimarães/Divulgação Segundo a dona de casa Solange Aparecida Machado, a cabrita pertence a um vizinho, é dócil e sempre dorme no banco da UBS.

O animal tem até nome: Mel.

Solange disse que esteve na unidade para marcar consultas médicas aos netos de 6 e 9 anos, mas não conseguiu. “Eu vim marcar faz uns 15 dias.

Agora, voltei e peguei a fila aqui fora.

Ele falou para mim que só está atendendo criança de 2 anos, e os outros? A cabrita é mais bem tratada do que os pacientes”, reclamou. Cabrita circula pela unidade de saúde na zona Norte de Ribeirão Preto Fábio Junior/EPTV Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca