Determinação judicial é para bloquear mais de R$ 120 mil do político, de um ex-secretário e de dois empresários; ação investiga suposta fraude na contratação de empresa para lavagem de veículos.

Justiça bloqueia bens do ex-prefeito de Marechal Cândido Rondon A Justiça mandou bloquear bens do ex-prefeito de Marechal Cândido Rondon, no oeste do Paraná, Moacir Froehlich, de um ex-secretário municipal e de dois empresários.

A determinação judicial foi para o bloqueio de mais de R$ 120 mil dos investigados. A decisão liminar atende um pedido do Ministério Público do Paraná (MP-PR), que investiga supostas fraudes no processo para contratar uma empresa para lavagem de veículos da prefeitura.

O caso aconteceu entre 2012 e 2013.

Segundo as investigações, os valores foram superfaturados.

A defesa do ex-prefeito não se manifestou sobre a decisão judicial. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.