Outras 1,4 mil notificações estão sendo investigadas pela Secretaria de Saúde.

Prefeitura mantém situação de emergência e faz mutirões para tentar reduzir registros.

Mogi Mirim tem mais 85 casos de dengue confirmados em uma semana; número sobe para 347 Rodrigo Méxas e Raquel Portugal/Fundação Oswaldo Cruz/Divulgação A Prefeitura de Mogi Mirim (SP) confirmou nesta quinta-feira (13) que o número de moradores infectados com dengue chegou a 347, acréscimo de 85 casos positivos em relação ao balanço anterior, divulgado em 6 de fevereiro.

Outras 1.483 notificações estão sendo investigadas pela Secretaria de Saúde.

O município decretou situação de emergência por causa da doença na última sexta (7).

A assessoria do governo alegou que a medida auxilia na execução de ações necessárias ao combate do vetor e intensifica o plano de contingência de assistência. A região da zona Norte concentra o maior número de confirmações de infectados pelo vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, com 251 casos.

Casos por região Norte: 251 Oeste: 33 Leste: 32 Centro: 21 Sul: 6 Zona rural: 4 Faixa etária até 5 anos: 10 6 a 15 anos: 40 16 a 59 anos: 233 60 ou mais : 64 Do total de doentes, 174 são mulheres e 173 são homens. Morte investigada O paciente de 93 anos que morreu com suspeita de dengue residia na área norte.

A administração diz que aguarda resultado de um exame de sangue ainda sob análise do Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. Ações de combate Na tentativa de reduzir o número de casos de dengue, a Prefeitura informou que realizará mutirões neste sábado (15) na zona Norte.

Servidores municipais atuam nos bairros Inocoop, Jardim Paulista, Jardim Scomparim, Jardim Silvânia, Jardim Primavera II, Jardim Nazareth e Jardim Murayama.

Veja mais notícias da região no G1 Campinas