Chuva atingiu as cidades nesta quinta-feira (13).

Situação de calamidade pública foi decretada em São Francisco de Paula; veja os estragados nas cidades.

Chuva provocou estragos em Arcos Marcela Mesquita/G1 Fortes chuvas atingiram as cidades de Arcos e São Francisco de Paula e provocaram estragos nesta quinta (13).

Em São Francisco de Paula, a Prefeitura decretou situação de calamidade pública.

O Corpo de Bombeiros e uma equipe da Prefeitura estão percorrendo as ruas de Arcos para mapear os danos causados. De acordo com o Climatempo, nesta sexta ainda deve chover à tarde e à noite na Região Centro-Oeste.

A chance é de 90% de chuva de até 20 mm.

O G1 fez um levantamento da situação nas cidades afetadas; confira abaixo. São Francisco de Paula Em São Francisco de Paula, o prefeito, Mériton Alves (PSDB), publicou um decreto que declarou o estado de calamidade pública.

A princípio, o prejuízo causado devido a danos em pontes, deslizamentos de terra e aluguel de casas para abrigar famílias é estimado pela Prefeitura em mais de R$300 mil. Água invadiu casas na cidade Corpo de Bombeiros/Divulgação Os alagamentos registrados nas vias públicas, principalmente no Centro e na entrada da cidade, começaram por volta das 5h de quinta-feira (13).

“Tivemos quatro casas alagadas em um bairro da cidade.

Destas, uma foi interditada pelo Corpo de Bombeiros.

Duas famílias perderam tudo.

Uma senhora de idade estava nestas casas alagadas, foi retirada e nós a encaminhamos para Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, porque é onde está a família dela.

As outras famílias, alugamos casas e os alojamos”, afirmou Mériton.

O prefeito afirmou que, no Centro da cidade, houve um deslizamento de terra próximo a residências.

Ninguém se feriu.

Contudo, o Corpo de Bombeiros orientou que as famílias deixassem os imóveis.

Uma delas, se recusou e ainda permanece na casa.

As demais famílias foram alojadas em hotéis e também em casas alugadas pela Prefeitura.

Imóveis foram interditados em São Francisco de Paula Corpo de Bombeiros/Divulgação “Tivemos danos também nas comunidades rurais.

Nesta sexta, o vice-prefeito está percorrendo a zona rural.

A população assustou muito, porque essa chuva não é comum na cidade.

Preparamos o poliesportivo para receber as famílias, se necessário.

O que depender da Prefeitura vamos dar todo o suporte, inclusive, caso a população, queira estamos recebendo doações de donativos, roupas e itens de higiene pessoal na sede da Secretaria da Assistência Social”, acrescentou o prefeito. Arcos Em Arcos, nesta sexta-feira (14), o Corpo de Bombeiros e uma equipe da Prefeitura estão percorrendo a cidade para mapear os danos causados pelo temporal. Prefeitura faz a limpeza das vias Marcela Mesquita/G1 Na Avenida Sanitária, no Centro, houve o transbordamento de um canal provocando inundação na via.

Dois veículos que estavam no local foram arrastados.

Não havia passageiros dentro dos veículos e ninguém ficou ferido.

Segundo os Bombeiros, a inundação atingiu casas.

Foram retiradas cinco pessoas que ficaram ilhadas nos imóveis.

Os militares disseram ainda que no Bairro Brasília uma residência de dois andares desabou.

Não havia moradores no momento.

Um terceiro veículo foi arrastado pela enchente na trincheira da Avenida Benedito Valadares.

Ninguém se feriu, segundo os Bombeiros.

O prefeito Denílson Teixeira (PMDB) explicou que os trabalhos de limpeza começaram nesta quinta-feira. “Nossas equipes estão indo em todos os locais para averiguar e tentar minimizar os danos.

A Secretaria de Integração Social está indo nas casas, principalmente, das famílias em situação de vulnerabilidade social para prestar assistência.

Começamos os serviços de retirada de entulhos das ruas, checamos as calçadas e asfaltos danificados e nesta sexta-feira e dividimos várias equipes para fazer a correção dos danos na cidade”, informou o prefeito. Chuva, Arcos Marcela Mesquita/G1