Autoridades pediram à população que evitasse concentrações e reuniões 'não essenciais'.

Príncipe Naruhito em foto de setembro de 2018 Thomas Sanson/AFP O Japão anunciou nesta segunda-feira (17) o cancelamento da celebração pública do aniversário do imperador Naruhito - a primeira desde que ele assumiu o trono - , marcada para 23 de fevereiro, em meio a crescentes temores de uma propagação do novo coronavírus no país. "À luz de várias situações, decidimos cancelar a visita do público em geral ao palácio para o aniversário de sua majestade", disse a agência imperial em comunicado. "O aparecimento de sua majestade pela manhã e a assinatura pública do livro de cumprimentos serão canceladas", acrescentou a nota, publicada um dia depois que as autoridades pediram à população que evitasse concentrações e reuniões "não essenciais". Cerca de 60 pessoas foram diagnosticadas com o coronavírus no Japão, incluindo a morte de uma idosa.

Há pelo menos outras 355 infecções a bordo do navio "Diamond Princess", isolado no porto de Yokohama. Com o aumento do contágio, o ministro da Saúde Katsunobu Kato alertou no domingo (16) que o país estava "entrando em uma nova fase". "Estamos vendo casos de infecção em que não podemos rastrear suas rotas de transmissão", afirmou o ministro. Primeiro aniversário como imperador A celebração pública do aniversário do imperador Naruhito seria a primeira desde que ele assumiu o trono em maio do ano passado. Duas vezes por ano - por ocasião do Ano Novo e de seu aniversário - o imperador faz aparições públicas no terraço envidraçado de um edifício do palácio imperial, cujo recinto se abre excepcionalmente. A última vez que essa cerimônia foi cancelada foi em dezembro de 1996, devido à tomada de reféns na residência do embaixador japonês no Peru durante a celebração do aniversário do então imperador Akihito (agora imperador emérito).