Caso ocorreu nesta terça, em estabelecimento no distrito de Sousas.

Suspeitos foram levados para DIG, onde devem prestar esclarecimentos; resultados de análises devem sair em 20 dias.

Posto de combustíveis foi alvo da Polícia Civil, em Campinas Dois funcionários de um posto no distrito de Sousas, em Campinas (SP), foram detidos pela Polícia Civil na tarde desta terça-feira (18) por suspeita de adulteração em combustíveis.

Uma equipe foi até o estabelecimento após motoristas relatarem que tiveram problemas nos veículos após abastecimento e cerca de 55 mil litros de etanol e gasolina foram apreendidos e as bombas foram fechadas. A EPTV, afiliada da TV Globo, apurou que o posto deve ser lacrado nesta quarta-feira pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), que é responsável por este tipo de ação.

Os policiais recolheram amostras dos combustíveis e a expectativa é de que resultados das análises sejam divulgados em 20 dias. O posto fica na Avenida Oscar Rossin.

Os funcionários foram levados até a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) para esclarecimentos.

O dono do posto não foi localizado até esta publicação. Posto de combustíveis em Sousas, Campinas, foi alvo da Polícia Civil Reprodução / EPTV Veja mais notícias da região no G1 Campinas.