Mandado de busca e apreensão foi cumprido na prefeitura do município nesta semana.

Objetivo é investigar fraudes em licitações e desvios de recursos públicos.

Mandado de busca e apreensão foi cumprido na Prefeitura de Theobroma nesta semana.

Divulgação/PF A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta semana a Operação Cefaléia em Theobroma (RO), município a cerca de 310 quilômetros de Porto Velho.

O objetivo é apurar supostas fraudes em licitações e desvios de recursos públicos voltados à saúde, referentes a gestão de 2009 a 2012. Por meio da Delegacia de Combate à Corrupção e Crimes Financeiros, um mandado de busca e apreensão foi cumprido na prefeitura.

As investigações apontam irregularidades na compra de remédios para a Secretaria de Saúde de Theobroma. A PF não informou se houve prisões e os trabalhos estão na fase final.

Na mesma ação, os agentes cumpriram a oitiva de 10 pessoas por conta de irregularidades de recursos do Instituto de Previdência dos Trabalhadores Municipais.

De acordo com a apuração da polícia, o prejuízo é de R$ 1 milhão.

O G1 tentou contato com a Prefeitura de Theobroma sobre o caso, mas o executivo não respondeu até a última atualização desta reportagem.