Assassinato foi em unidade pública de ensino no bairro Campeche.

Escola Januária Teixeira da Rocha, no bairro Campeche, em Florianópólis Divulgação A diretora da Escola Estadual Januária Teixeira da Rocha foi morta dentro da unidade de ensino, no bairro Campeche, no Sul da Ilha, em Florianópolis, na tarde desta quarta-feira (19), informou a Polícia Militar.

Ela foi assassinada a facadas e o crime teria sido passional, informou a PM.

O criminoso foi preso no local.

As informações preliminares são de que o homem chegou à escola por volta das 17h30 e rendeu a vítima com uma faca.

Depois, a mulher foi levada para uma sala e esfaqueada.

O Corpo de Bombeiros informou que a vítima recebeu dois golpes na lateral esquerda do pescoço.

A mulher revidou com um golpe de arma ainda não identificada na barriga do agressor. O homem fugiu, mas foi preso pela Polícia Militar.

A mulher, que tinha 49 anos, teve uma parada cardiorrespiratória e foi atendida primeiramente por um enfermeira que estava no local, conforme os bombeiros.

Foi iniciado um procedimento de ressuscitação.

Porém, como a vítima perdeu muito sangue, morreu por volta das 18h. O agressor foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), preso e levado a um hospital.

Ainda segundo a PM, a diretora já tinha registrado boletins de ocorrência contra o agressor, mas a corporação ainda não deu mais detalhes.

A Delegacia de Homicídios da capital está no local.

Veja mais notícias do estado no G1 SC