Em ligação para a madrasta da vítima, suspeito exige que ela e o pai retirem queixa de agressão contra ele; jovem foi preso pela Guarda Municipal, em Curitiba.

Homem ameça a ex-namorada e é preso por descumprir medida protetiva Um jovem, de 24 anos, foi preso após descumprir uma medida protetiva que o impedia de se aproximar da ex-namorada, de 16 anos, em Curitiba.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima relatou ter sido agredida pelo rapaz. Maicom Pereira, de 24 anos, foi preso pela Guarda Municipal, na terça-feira (18).

Em uma ligação para a madrasta da vítima, antes da prisão, o suspeito, ameaça a adolescente e o pai dela.

Ouça, nos áudios abaixo. Madrasta: "Segue a sua vida, deixa ela seguir a dela".

Suspeito: "Eu vou seguir, só que, enquanto eu não ver o pai dela morto...

É uma promessa que eu fiz, é uma promessa.

Ele me caguetou para a polícia, esses dois, entendeu? Me caguetaram pra polícia, não adianta...

Eu vou fazer o que for". Ouça gravação de ameaças de jovem suspeito de agredir ex-namorada O jovem ameaça a ex-namorada e o pai, que acompanhou a garota até a delegacia para o registro de Boletim de Ocorrência (B.O.) por agressão. Suspeito: "Na hora que eu tiver uma oportunidade, eu boto a mão nele.

Eu vou ficar rodeando vocês até botar a mão nele.

Vai lá na polícia amanhã de novo me caguetar de novo.

Vai lá (...) Eu não estou nem aí, eu respondo a mais um processo, não dá nada". Nos áudios, conforme a gravação da família, Maicom ressalta que prometeu cometer o crime contra o pai da adolescente. Suspeito: "Ele não vai escapar.

Eu juro pela morte da minha mãe.

Eu quero ser um homem morto se eu não botar a mão nesse canalha". Gravação registra ameaças de ex-namorado suspeito de agredir adolescente Em outro momento da conversa gravada, o suspeito exige que a adolescente e o pai retirem a queixa contra ele, na delegacia. Suspeito: "Eu vou falar só uma vez pra você: Você vai amanhã lá, você vai amanhã lá e vai tirar esse B.O.

(Boletim de Ocorrência) do meu nome". Áudios registram ligação de ex-namorado suspeito de agredir adolescente O G1 tenta localizar a defesa de Maicom Pereira. Medida protetiva A Polícia Civil e a Guarda Municipal de Curitiba informaram que o jovem foi preso pelo descumprimento da medida protetiva, que determinava que ele não poderia ultrapassar o limite de 200 metros no entorno da garota. A medida havia sido determinada desde o final do mês de janeiro, quando a adolescente compareceu com a família a uma delegacia para representar contra o suspeito e relatou ter sido vítima de agressão.

Conforme a polícia, a garota relatou que apanhava do ex-namorado e que ele era muito ciumento e agressivo. Após denúncias de que o jovem havia descumprido a medida protetiva, uma equipe da Guarda Municipal localizou o rapaz com a vítima e o prendeu. "A menina estava bastante assustada, quase não falava com a gente (...) ela relatou que tinha sido agredida e que ele tinha batido nela", disse o guarda municipal Antônio Leal. Como descumpriu a medida protetiva, o agressor não tem direito a pagar fiança.

Ele deve ficar preso enquanto durarem as investigações do caso, segundo a delegada Patrícia Paes. "Ele foi novamente autuado pela prática de lesões, então, não foi arbitrada fiança.

Ele encontra-se preso até uma resposta do judiciário (...) Com a audiência de custodia, o juiz vai decidir se mantem ele preso preventivamente ou se vai decidir de aplica medidas cautelares diversas da prisão", disse. Núcleo de Proteção a Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), em Curitiba, investiga o caso Ramon Pereira/RPC Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.