Animal foi resgatado em outubro do ano passado com lesões abertas no casco.

Tartaruga foi devolvida ao mar em Areia Branca, RN Uma tartaruga foi devolvida ao mar no Rio Grande do Norte nesta quarta-feira (19) após 4 meses de tratamento que incluiu uma cirurgia de reparo de casco.

O animal foi resgatado no dia 16 de outubro do ano passado na ilha de Fernando de Noronha, em Pernambuco, com lesões abertas no casco. De acordo com a equipe do Projeto Cetáceos, é provável que ferimento tenha sido causado em uma colisão com um barco.

A tartaruga foi submetida a exames de sangue e radiografias e enviada para Centro de Reabilitação de Fauna Marinha (PCCB/UERN), na praia de Upanema, em Areia Branca. O animal passou por um período de tratamento até alcançar condições clínicas de ser submetido à cirurgia.

O procedimento aconteceu no dia 31 de outubro no Hospital Veterinário da Universidade Federal Rural do SemiÁrido (HOVET-UFERSA), em Mossoró. De acordo com a equipe responsável pela cirurgia, a área da lesão foi estabilizada com parafuso e fio de aço e revestido com resina para gerar uma impermeabilização da área, e assim evitar uma contaminação. Nesta quarta, após o longo período de recuperação, a tartaruga foi devolvida ao mar na praia de Upanema, em Areia Branca.

Tartaruga foi resgatada em Fernando de Noronha em outubro de 2019 com ferimentos no casco Projeto Cetáceos/Divulgação Animal foi devolvido ao mar em Areia Branca, RN, nesta quarta (19) Divulgação