O presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto nesta quinta-feira (20) no qual autorizou o envio de tropas das Forças Armadas ao Ceará para reforçar a segurança no estado. O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi publicado em edição extra do "Diário Oficial da União" e também é assinado pelos ministros Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).

O Ceará enfrenta uma crise na segurança pública, com motim de policiais militares do estado. De acordo com a Secretaria de Segurança do Ceará, mais de 300 policiais militares do estado já respondem a Inquérito Policial Militar (IPM) e a processos disciplinares por envolvimento no movimento. Íntegra Leia a íntegra do decreto de Bolsonaro: DECRETO Nº 10.251, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2020 Autoriza o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem no Estado do Ceará. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art.

84, caput, incisos IV e XIII, da Constituição, e tendo em vista o disposto no art.

15 da Lei Complementar nº 97, de 9 de junho de 1999, D E C R E T A : Art.

1º Fica autorizado o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem no Estado do Ceará, no período de 20 a 28 de fevereiro de 2020. Art.

2º O Ministro de Estado da Defesa definirá a alocação dos meios disponíveis e o Comando responsável pela operação. Parágrafo único.

O Comando de que trata o caput assumirá o controle operacional dos efetivos e dos meios pertencentes aos órgãos de segurança pública federais e estaduais disponibilizados para a operação. Art.

3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Brasília, 20 de fevereiro de 2020; 199º da Independência e 132º da República. JAIR MESSIAS BOLSONARO Fernando Azevedo e Silva Augusto Heleno Ribeiro Pereira