Avião partiu de terra indígena em Cumaru do Norte e foi apreendido ao aterrissar no aeroporto de Redenção.Dois homens foram presos e um adolescente foi apreendido.

Um avião usado no transporte clandestino de ouro foi apreendido em Redenção, sul do Pará, nesta quinta-feira (20), durante a Operação Milhas de Ouro, da Polícia Federal.

O minério era extraído de garimpos ilícitos situados na Terra Indígena Kayapó, no município de Cumaru do Norte, sudeste do estado.

Dois homens foram presos e um adolescente foi apreendido. A aeronave tipo Cessna 182, modelo Skylane, havia decolado do garimpo denominado “Arara” e estaria chegando no aeroporto da cidade de Redenção, possivelmente trazendo material ilícito proveniente do citado garimpo, segundo as investigações da PF de Redenção, sul do Pará. Uma equipe de policiais fez campana nas proximidades do aeroporto e confirmou as suspeitas com o pouso do avião com o prefixo previamente identificado. Foi procedida a abordagem ao piloto e ao passageiro da aeronave, o qual é menor de idade, e após procedimento de revista, foi encontrada uma quantia de 71,9 gramas de ouro, avaliado em aproximadamente R$ 10.500. O piloto, que estava com o Certificado de Habilitação Técnica vencida, não podendo pilotar qualquer aeronave nessa condição, foi preso em flagrante e também pelo crime contra o patrimônio caracterizado como usurpação, quando se explora matéria-prima pertencente à União, sem autorização legal.

Já o menor de idade, que portava 4 gramas de ouro, segundo o qual foi recebida em pagamento por seu trabalho no garimpo, foi apreendido e encaminhado para a Polícia Civil de Redenção, para lavratura de procedimento de Ato Infracional. Um homem que aguardava o pouso da aeronave e que seria o destinatário das 67,9 gramas do ouro que o piloto portava, foi identificado e também recebeu voz de prisão. A aeronave, avaliada em R$ 100 mil também foi apreendida e permanecerá à disposição da Justiça Federal.